quarta-feira, junho 13

Queixinhas


E hoje veio a público que o Presidente da República, em comunicado, veio críticar o modo como foi feita a retransmissão das cerimónias comemorativas do 10 de Junho. Bom basicamente, e é a minha leitura como é claro, o PR veio fazer queixinhas públicas porque o povo português foi salvo do torpor que causam as ditas retransmissões. Mau exemplo porque ainda há pouco tempo o PR veio a terreiro propôr uma mudança de atitude e até nas cerimónias a que este país se habituou. Mas seria que o PR apenas tinha em mente as cerimónias do 25 Abril? Muito mau Sr. Presidente, parece que a sua costela dextra veio ao de cima. E pergunto qual é o interesse em ver o PR na inspecção às tropas de todos nós (que gasto de dinheiro desnecessário)? Qual é o interesse em ver o PR a entregar medalhas a alguns, por si considerados, ilustres portugueses?

No mesmo comunicado o PR fala em “especiais responsabilidades inerentes à prestação do serviço público”. É certo mas não foi feito um verdadeiro serviços público ao passar a coisas mais importantes que as ditas comemorações? Bom mas na realidade a RTP vergou-se, e mal, às pretenções da presidência e como tal no próximo fim de semana vai haver mais do mesmo. Já agora irei estar atento, se alguém me fizer esse estudo está claro, à audiência da dita repetição. E assim acontece...

2 comentários:

TEMPO ACTUAL _ LPR disse...

É caso para dizer que Portugal vai recuar no tempo uma semana ou que a RTP 1, no próximo domingo, vai fazer concorrência à RTP Memória... Em nome de Portugal, de Camões, das Comunidades e de... Cavaco Silva.

De resto, a insatisfação do Presidente em relação à transmissão em directo das comemorações do 10 de Junho foi demasiado dura para não estar sustentada em dados muito concretos. Entre as 10h00 e as 13h00 do Dia de Portugal, a RTP emitiu dois blocos publicitários, um deles com perto de 15 minutos e outro com oito minutos. Enquanto o departamento comercial da estação pública facturava, ou fazia que facturava, para abater a dívida, a cerimónia de Setúbal, presidida por Cavaco, "deixava de existir" aos olhos do país e dos milhões de portugueses espalhados pelo mundo. Isto depois de os telespectadores terem tido opotunidade de medir o pulsar da popularidade dos nossos políticos, com Cavaco Silva a ser aplaudido pelo povo presente nas cerimónias e José Sócratas a receber vaias e assobios... Imaginamos a grande desorientação que terá invadido os bastidores da RTP face a tamanho desalinhamento popular...

Great Houdini disse...

"Lisboa, 13 Jun (Lusa) - A RTP - Rádio e Televisão de Portugal anunciou hoje que vai transmitir no próximo domingo as partes das comemorações do 10 de Junho que não foram exibidas e motivaram um protesto da Presidência da República.

Em comunicado hoje divulgado, o conselho de administração da RTP afirma ter hoje apresentado "as devidas desculpas" à Casa Civil do Presidente Cavaco Silva, que, adianta, foi "esclarecida sobre o ocorrido" com a transmissão das comemorações oficiais do dia de Portugal, Camões e Comunidades.

A parte não emitida das comemorações, que este ano decorreram em Setúbal, será transmitida no domingo, 17 de Junho, à mesma hora."

Quem é o chefe? O chefe manda!