quarta-feira, julho 11

Rebentos



Eu não sou pessimista, hoje são os jornais :) Ontem fiz menção a isso num artigo, hoje os diários usam os meus amigos números e renovam a ideia noutra linguagem, o renovado alerta. Nascem poucos putos! Não me vou alongar, deixo apenas dois links, um da notícia outro do que me parece ser o reverso da medalha. Só uma nota: Pelas contas do INE, as mais péssimista é certo, em 2050 a população portuguesa será de 7,5 milhões de pessoas, ou seja, seremos menos 1/4 dos que somos. Caminhamos para a auto-extinsão?


http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1299105


http://primeirodrt.blogspot.com/2007/07/dia-mundial-da-populao.html

3 comentários:

Sea Spirit disse...

Adamastor aqui fica outra opinião...

BBCBrasil

;))

O Adamastor disse...

Bom mas diz lá que "aborda os temas de for pesada mas irónica". No entanto reconheço virtudes e verdades no que ela escreve.

;)

Pedro Miguel disse...

Preocupante no mínimo esta notícia sobre o decréscimo da taxa de natalidade em Portugal. No entanto julgo ser do conhecimento geral já alguns anos. O aumento da idade média da população pode trazer consequências graves para a identidade bem como equilíbrio de uma sociedade. Razões para esta situação no nosso pais parecem-me mais que muitas entre elas a situação económica julgo ser a mais relevante. Seria importante que os responsáveis pelos "pseudodestinos" de Portugal tomassem medidas no sentido de incentivar o aumento da natalidade (semelhante ao que acontece em outros países). Independentemente dos custos iniciais, as futuras gerações iriam perceber a importância delas no destino do seu país.